MASSAGEM SONORA & CRISTAL

Uma experiência terapêutica profunda

 
O QUE É

Terapia Sonora

A Terapia Sonora & Cristal é uma prática terapêutica baseada na energia que chamamos Som e suas características aliado às propriedades dos cristais, principalmente o Quartzo. A busca pela cura através do som é milenar, tão antiga quanto o próprio homem, e que felizmente, vem sendo endossada pela nossa ciência moderna através de pesquisas nos campos da medicina, física quântica, biologia, neurociência e psicologia. Os instrumentos são feitos de cristais de quartzo puro e são afinados em 432Hz. Dessa forma, o som produzido por estes instrumentos é completamente matizado pelas propriedades físicas e energéticas (eletromagnéticas) do quartzo que corrobora para uma união perfeita entre onda mecânica e eletromagnetismo.

Cura pelo Som é a tradução literal de Sound Healing também chamada de Sound Bath, Sound Massage e Sound Therapy em inglês. Consiste em promover o realinhamento dos corpos energéticos que formam o ser humano, restabelecendo a harmonia entre eles e o estado de integralidade do Ser. Nesse estado de equilíbrio a saúde é plena e abundante, pois a pessoa está em ressonância harmônica com o universo, com a natureza e com ela mesma, ou seja, ela ressoa Sua nota fundamental, Sua luz, Sua verdade e todas as virtudes filhas do amor.

Toda matéria existente no universo se manifesta através de vibração: a energia primordial vibrando em diferentes frequências. Nossos corpos energéticos – físico, etérico, emocional, mental (concreto), causal (mental abstrato), búdico e átmico – também vibram em frequências particulares. Se tomarmos por metáfora o ser humano como um instrumento musical, então ele possui características próprias que o capacitam a emitir sons de um jeito afinado ou desafinado. Em teoria musical, consonância – do latim consonare, significando soar junto – ou dissonância.

A Terapia do Som busca colocar a pessoa nesse estado de consonância, afinando seus corpos de maneira que o mais belo som, sendo um pouco lírico, possa ser produzido a partir do Ser Essencial. O resultado natural desse estado harmonioso gera saúde em todos os níveis e em seu aspecto mais amplo.

É importante esclarecer o significado empregado à palavra cura quando falamos Cura pelo Som. A cura oferecida aqui deve ser interpretada como processo e não como ponto final ou envolto em aura mística. É um conjunto de práticas terapêuticas que utilizam os veículos do som + água + intenção para promoverem alterações benéficas ao paciente nos diversos níveis: anatômico, fisiológico, emocional, psicológico e espiritual. É processo, justamente por considerar cada pessoa como um Ser único, e que portanto, respeita o tempo e ritmos internos de cada um. Dito isso, a cura dependerá de dois fatores essenciais: o quanto o paciente está realmente aberto, tanto consciente quanto inconscientemente, para receber e promover a autocura; e segundo, do quantum de energia ressonante que será intercambiada na relação terapeuta-paciente

 

Em última instância, acredito que este trabalho terapêutico tem por objetivo despertar na própria pessoa seu poder inato para se autoregular (conscientemente) e com isso, permanecer em equilíbrio. Da manutenção desse estado resultará a manifestação de uma vida plena e saudável. Marcel Vogel nos agraciou com uma visão que me cativa bastante neste ponto:

É relaxante só de olhar

SESSÃO DE ATENDIMENTO TERAPÊUTICO COM MASSAGEM SONORA & CRISTAL
COMO ATUA O

Som no Processo Terapêutico

A OMS define saúde como "um estado de completo bem-estar físico, mental e social e não somente ausência de afecções e enfermidades." Em terapia vibracional, que abarca os níveis sutis e energéticos que formam o Ser, saúde é o efeito da perfeita harmonia entre estes níveis e o Creador. Através do som podemos afinar nossos corpos tornando-os consonantes com essa força que constantemente expressa Vida. Atingimos assim saúde plena e vitalidade. Mas como isso acontece de fato?

 

Para entendermos os mecanismos do efeito do som sobre o corpo, antes, é fundamental compreendermos alguns conceitos que alicerçam as bases do trabalho com a Terapia Sonora & Cristal com as tigelas de quartzo. São eles: 

| FrequênciaHarmônicosRessonância | Entrainment Piezoeletricidade |

| Intenção | Ressonância Schumann | Brain Waves | Água Estruturada |

VEJA UM BREVE RESUMO DOS CONCEITOS NO BOX ABAIXO

Frequência

Frequência é uma grandeza física que indica o número de ocorrências de um evento – oscilações no caso das ondas sonoras – em um determinado intervalo de tempo. Esse tempo recebe o nome de período. Para contagens por unidade de tempo utiliza-se o hertz (Hz) e sua amplitude (altura) é dada em decibéis. A marcação de 1Hz significa que a oscilação de uma onda se repete uma vez por segundo. As ondas sonoras são ondas mecânicas longitudinais e possuem frequências diversas. Os sons audíveis pelo ouvido humano têm uma frequência entre 20Hz e 20.000Hz. Abaixo e acima desta faixa estão o infrassom e o ultrassom, respectivamente. Tudo quanto existe no universo emite uma frequência particular dando forma à matéria. Os físicos já descobriram que na base do campo quântico há somente vibração em potencial.

A ressonância harmônica natural dos sons produzidos pelas tigelas "cantantes" ou Crystal Singing Bowls em inglês, além de belíssimos produzem efeitos benéficos sobre o ouvinte. A ressonância pode ser um fortalecedor do sistema imunológico, atuar como redutor do estresse, aliviar dores, diminuir a pressão sanguínea, liberar hormônios benéficos e relaxar os músculos. Como foi mencionado acima, tudo quanto existe emite uma determinada vibração. Os instrumentos utilizados durante a sessão são tocados de forma a influenciarem harmonicamente a vibração da pessoa. É uma verdadeira massagem interna que ocorre na sessão.

Os instrumentos utilizados no atendimento são afinados na Escala Musical Pitagórica conhecida como Círculo das Quintas cuja nota fundamental é C 128Hz (dó) da qual se obtém A 432Hz (lá) na progressão das quintas. A afinação é feita utilizando-se a razão matemática 3:2:1 (que denota os intervalos 4/3, 3/2 e 2/1, respectivamente quarta perfeita, quinta perfeita e oitava) não é por acaso. Muitos estudos científicos e a própria matemática (ver Proporção Áurea, Geometria Sagrada, Sequência de Fibonacci e o Número Pi) mostram que o corpo humano (ver estudo de Leonardo da Vinci sobre Homem Vitruviano) foi criado e contém estas mesmas razões harmônicas que dão origem à escala musical. Na verdade, tudo quanto existe de manifesto se desdobra a partir dessas harmoniosas proporções matemáticas. Portanto, as notas e intervalos musicais produzidos durante a sessão entram em profunda ressonância com a matriz humana, quer sejam os átomos de água, de carbono, a estrutura de nosso DNA, aminoácidos, órgãos, chakras ou a própria consciência, "forçando" e potencializando o processo de homeostase em nosso sistema.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Culturas antigas como os Egípcios, os Gregos, os Sumérios, os Chineses e os Hindus conheciam e aplicavam essas relações musicais em cerimônias festivas, religiosas ou em rituais de cura. Culturas tribais e indígenas ao redor de todo o planeta também possuem uma relação íntima e sagrada com o som, a música, a voz e os cantos. Para os Xamãs, são ferramentas de transcendência com o sagrado, para entrar em sintonia com a natureza, com os espíritos dos anciões e promover a cura de males tanto físicos como espirituais.

A Terapia do Som ao longo das últimas décadas atraiu pesquisadores, músicos e profissionais da saúde estimulados pelos resultados positivos obtidos nos consultórios dos terapeutas. O Dr. Mitchell Gaynor, que foi diretor do departamento de Oncologia e Medicina Integrativa do Centro de Prevenção do Câncer Strang-Cornell em Nova Iorque e autor de livros sobre o assunto, dentre eles O Poder de Cura do Som, descobriu que ao introduzir a terapia sonora com tigelas de cristal à seus pacientes de forma regular, as respostas imunológicas destes foram estimuladas ao ponto do corpo responder como se estivesse "imitando" o processo de cura. Ele concluiu que apenas 20 minutos de massagem sonora ou banho sonoro seriam suficientes para produzirem respostas benéficas na estrutura bioquímica do corpo humano, tais como liberação de imunoglobulinas, interleucina e óxido nítrico.

Bruce Lipton é biólogo, foi pesquisador na Universidade de Stanford e autor do livro "A Biologia da Crença"

No vídeo abaixo ele explica fisiologicamente os mecanismos da Terapia Sonora

Ative a legenda em português na barra inferior do vídeo

 
 
 
TERAPIA COMPLEMENTAR E SUAS

Indicações de Tratamento

Ative a legenda em português na barra inferior do vídeo

Vale ressaltar que as práticas de terapias vibracionais, da qual a Terapia do Som faz parte, devem ser complementares ao acompanhamento médico tradicional, quando for o caso – seja ele alopático ou homeopático – e que elas não substituem qualquer tratamento ou orientação médica. Pólos de referência em medicina no país, hospitais como o Albert Einstein e a Unifesp já contam com Unidades de Cuidados Integrativos composta por equipe multidiciplinar onde práticas terapêuticas utilizando-se o som, meditação, respiração, yoga, reiki, massagem e acupuntura são empregadas aos pacientes. Por ser uma terapia vibracional, ela tem um profundo efeito não só no tratamento de males físicos como também em doenças associadas à estados emocionais (psicossomáticos). É uma abordagem não invasiva que não causa nenhum risco ou efeito colateral, não tem contraindicações e não possui nenhum aspecto de natureza médica. Confira abaixo algumas indicações onde som e música vêm provando serem ótimos aliados como tratamento complementar:

09-mental
10-infancia
08-genetico
07-deficiencia
06-cardio
05-gastro
03-pele
02-estresse
01-dor
04-ansiedade

Ao longo do tempo irei traduzir – já que a maior parte das informações encontram-se em inglês – artigos, estudos e pesquisas de fontes que abrangem o campo da terapêutica do som relacionados aos distúrbios citados acima.

Os benefícios listados são tanto de experiências e efeitos relatados por pacientes que estiveram sob tratamento de terapias sonoras (vibroacústica, acutonics, cimática, musicoterapia, bioacústica humana, tigelas de quartzo e tibetanas, vocal toning, frequências binaturais e isocrônicas, mantras e cantos, rituais xamânicos), quanto de pesquisas (1, 2 e 3) investigando a relação e os efeitos do som e da música na promoção da saúde. Estresse e ansiedade, bem como fortalecimento do sistema imunológico são as áreas relacionadas à saúde física onde o som parece atuar com grande efetividade. Isso se deve ao fato de a Terapia Sonora & Cristal estimular a síntese e liberação de bioquímicos (como os hormônios do bem-estar) que regulam de uma forma geral os sistemas e a comunicação entre eles, restabelecem o equilíbrio orgânico e diminuem toxinas (como cortizol) associadas à estados patológicos. Há ainda efeitos mais subjetivos ligados às emoções e à cognição e numa instância ainda mais profunda ou interior, os efeitos relacionados ao desenvolvimento da consciência, crescimento pessoal e maturidade espiritual.

1

2

3

4

Relaxa o corpo físico, clareia a mente e suaviza emoções intensas
Suaviza dores e desperta o poder de autocura em nosso corpo
Atua como remédio natural para o estresse e a ansiedade
Ajuda no processo
de descobrir e seguir
o real propósito de nossas vidas

5

Nos conecta com a essência, com a voz intuitiva trazendo
uma profunda paz
Incita o estado de fluxo e presença plena
liberando potenciais criativos
Melhora a qualidade do sono através de ondas cerebrais benéficas

6

7

8

Desenvolve uma
melhor escuta e aprofunda os níveis
de silêncio interior

9

10

11

12

Aumenta as defesas imunológicas e a resiliência à fatores
estressores
Promove um estado
de coerência entre
as batidas do coração e a atividade cerebral
Estimula o equilíbrio entre o sistema nervoso simpático e parasimpático
Libera memórias traumáticas, crenças limitantes e medos inconscientes
QUAIS SÃO OS

Benefícios para Saúde

 
 
PORQUE A

Música faz Bem

O fenômeno da música está presente desde o homem pré-histórico. Pesquisadores acreditam que flautas feitas de ossos teriam sido os primeiros instrumentos musicais da humanidade. Essa busca por uma expressão musical deve-se ao fato de sermos seres vibracionais, ou seja, a música faz parte de nossa natureza. Somos feitos e estamos imersos em um oceano de sons. Podemos abordar os benefícios do som e da música sob múltiplos aspectos – cultural, psicológico, antropológico – mas falaremos neste momento apenas da física do som e das características inerentes à própria música: as notas musicais, os intervalos musicais, a estrutura melódica, harmônica e rítmica e por último, a voz.

Muitas pessoas escutam música para efeito de relaxamento mas poucas se deram conta do poder curativo que o som e a música possuem. Em tempos antigos, sons e músicas eram usados como ferramentas para curar o corpo e a mente. Em nossos tempos, novos estudos endossam essas práticas milenares, demostrando o quão positivo são os efeitos terapêuticos do som em pacientes portadores de males diversos. A música pode ser um tratamento eficiente em pacientes portadores de deficiências, depressão, doenças do coração e muitas outras, como citado na seção de indicações.

Notas Musicais

Notas musicais são os elementos puros de um som. Quando um instrumento vibra, ele movimenta as moléculas de ar ao seu redor. A agitação das moléculas ocorre na mesma frequência da vibração do instrumento. O ouvido humano capta essa vibração do ar que é processada pelo cérebro como um som. Para cada frequência o cérebro atribui um som diferente (uma nota diferente). É atribuído a Pitágoras estudos elaborados que ele realizou sobre as notas e seus intervalos utilizando o monocórdio. Dentro do trabalho de Terapia Sonora cada nota possui uma importância capital já que elas são capazes de interferir no campo físico e sutil do paciente durante a sessão. Cada uma das sete notas diatônicas dó, ré, mi, fá, sol, lá e si estão associadas aos sete centros energéticos (chakras) como também à orgãos e processos vitais.

Intervalos Musicais

Quando duas notas são tocadas uma depois da outra ou ao mesmo tempo, a razão matemática ou distância entre elas cria um intervalo. Por exemplo, quando toca-se a nota Re e La, denota-se um intervalo de Quinta Perfeita. A distância entre elas corresponde a cinco tons ou notas, daí o nome quinta, cuja razão é expressa em 3/2. Este intervalo é o mais importante na Terapia do Som pois possui um efeito poderoso sobre o corpo capaz de estimular a produção de hormônios altamente benéficos para o organismo. Causa também um relaxamento imediato sobre o sistema nervoso, regulação da pressão arterial e frequência cardíaca, estimula a glândula do timo, ossos e tecidos promovendo uma grande harmonização sobre o indivíduo. Este intervalo está presente em nossa voz quando falamos ou cantamos. Muitos estudos são feitos utilizando a quinta perfeita, segundo Dr. John Beaulieu a utilização de diapasões (tuning forks) afinados neste intervalo estimula as células a produzirem um gás, o óxido nítrico, altamente benéfico para a saúde geral. Outros intervalos não menos importantes são a quarta perfeita, a oitava, a terça maior e a sexta maior.

Melodia, Harmonia & Ritmo

Pode-se dizer que a música é o som organizado. As estruturas de melódicas, harmônicas e rítmicas são as responsáveis por estruturar o som em música. Melodia é determinada pela sequência de notas tocadas uma atrás da outra, é ela que permite-nos identificar uma determinada canção. A harmonia é criada quando as notas são tocadas ao mesmo tempo combinando-as de forma consonante e agradável ao ouvido. Já o ritmo determina o tempo da ocorrência entre uma nota e outra. O ser humano é o único animal capaz de identificar, responder e seguir um ritmo.

Voz

Dentre todos os instrumentos existentes a voz é o mais potente agente curador quando se trata da terapêutica do som. Somos capazes de reproduzir todos os sons do espectro audível quando à educamos. Nossa voz é única, define nossa identidade, quando ela não está saudável isso pode acarretar uma série de males sobre o corpo. O que a ciência está desvendando sobre nossa voz, o homem espiritual já praticava à séculos. Diversas culturas indígenas, tribais, espirituais cultivam uma relação consciente do uso da voz através de cantos e mantras. No hinduísmo o Nada Yoga representa esse caminho espiritual acessado a partir dos sons e da voz.

 

Felizmente essa sabedoria está sendo resgatada e hoje muitos terapeutas – inspirados nos trabalhos de Sharry EdwardsJames D'angelo, Dr. Tomatis, Valborg Werbeck-Svärdström – se dedicam ao resgate da voz através do canto harmônico, corais, euritmia, mantras, etc. O chakra Vishuddha localizado na garganta está relacionado com nosso poder de criação e de expressão no mundo. Está também ligado ao chakra Muladhara. Se houver algum bloqueio ou déficit em relação a nossa voz, isso irá reverberar sobre nossa capacidade criativa, de manifestar nossas ideias, além de provocar muitos outros distúrbios sobre o indivíduo. O ditado "quem canta os males espanta" é sem dúvida um dos melhores conselhos para se manter a saúde.

Aristóteles

OS INSTRUMENTOS

Geradores de harmonia, beleza e bem-estar

 

Tigelas de Cristal de Quartzo Transparente

São instrumentos muito delicados e especiais. Altamente ricas em harmônicos, quando colocadas sobre a pessoa atuam fortemente sobre o corpo físico e etérico. Elas ressoam na 3ª Oitava sendo Dó (C )128Hz a nota fundamental. Agem sobre os ossos, articulações, órgãos, glândulas e células além de ressoarem frequências harmônicas nas faixas das ondas cerebrais Gamma, Beta e Alpha. A tigela representa o útero do mundo, da Grande Mãe, o feminino que recebe e guarda a Água da Vida. O Bastão representa o falo, o Grande Espírito, o masculino. Desse encontro mediado pelo cristal (Princípio Crístico), nasce o som primordial: OM.

Taças de Cristal de Quartzo Transparente

As Taças também são ótimos instrumentos para manipular, canalizar, concentrar e distribuir a energia que flui através das mãos. Na sessão são utilizadas para aplicação de Reiki sobre a pessoa e seus centros de energia. O conjunto de taças utilizadas estão afinadas na 4º Oitava na Escala de Entonação Justa, desenvolvida por Ptolomeu. Todos os intervalos musicais nessa escala são harmônicos e consonantes, pois respeitam razões matemáticas de números inteiros conforme a série harmônica. Dessa forma, o som produzido pelas taças entram em perfeita ressonância com o corpo humano e também com a consciência. A nota fundamental utilizada para fazer a afinação é Sol (G) 192Hz.

Diapasões de Cristal de Quartzo Transparente

Os Diapasões de Cristal são instrumentos muito poderosos para trabalhar o campo áurico, corpo etérico e corpo emocional. Eles estão afinados em 432Hz e 528Hz, sendo sua diferença 96Hz quando usados de forma binatural. Todas essas três frequências são de suma importância para o trabalho. A nota C 528Hz é uma Frequência Solfeggio e está associada ao tom do amor, ao reparo do DNA e à harmonização das emoções. Já nota A 432Hz está associada ao desenvolvimento espiritual e expansão da consciência. 96Hz é a quinta harmônica da série de 6Hz como fundamental, e está associada com a faixa alta de Gamma, que gera insights espirituais profundos, estados elevados de consciência, alto desempenho em aprendizagem e memória e sentimento de unidade. Quando tocados sobre o corpo o quartzo gera um impulso eletromagnético que é captado pelo sistema nervoso e retransmitido sobre as glândulas produzindo uma enxurrada de hormônios benéficos que fortalecem o sistema imunológico e diminuem os efeitos do estresse e do cortisol.

Merkaba de Cristal de Quartzo Transparente

A Merkaba ou Merkavah em hebreu ou ainda Mer-Ka-Ba para os antigos egípcios no nosso plano de terceira dimensão é uma forma geométrica composta por dois tetraedro que apontam e giram em sentidos opostos dando forma ao Torus que envolve todo campo humano. Ela contém a manifestação de todas as formas no mundo material e todos os sólidos platônicos. No seu sentido mais amplo e espiritual é um campo magnético vivo e inteligente que funciona como um veículo de ascensão entre as dimensão. Na Torá é dada como a "carruagem" e como "o trono de Deus", ou seja o espírito que desce e penetra a matéria. Já para os egípcios Mer é a luz que gira em si mesma, Ka se refere ao espírito e Ba seria o corpo humano. Esse é um instrumento utilizado para ativar o corpo de luz da pessoa e sua consciência cósmica, reequilibrar o campo magnético áurico e facilitar um estado meditativo mais profundo. Ao meditar sobre esta forma projetando a consciência para dentro dela é possível ativar um estado de consciência ampliada e os códons do DNA.

Diapasões de Liga de Alumínio

São utilizados diapasões da marca Medvibe, hoje a melhor empresa nos EUAs fabricando instrumentos para uso terapêutico. A liga de alumínio produz notas absolutamente limpas, cheias de harmônicos e com uma duração de ressonância muito maior se comparada ao aço. Durante a sessão são utilizados diversos instrumentos: um set contendo a quinta perfeita C/G que possui um efeito restaurador no organismo em apenas 30 segundos liberando óxido nítrico por todo o organismo; um set de diapasões afinados em 136,1 Hz e 68,05Hz que correspondem ao som do OM e da Terra e tem um profundo efeito sobre o corpo físico, ossos e sistema imunológico. São ótimos para liberar tensão sobre os meridianos e coluna vertebral. Podem ser usados nos ouvidos ou diretamente sobre a região do corpo a ser equilibrada. Outro set muito utilizado são os diapasões que estimulam ondas cerebrais do tipo Delta, Theta, Alpha, Beta e Gamma a partir das frequências binaurais. Acutonics é uma técnica em acupuntura utilizando apenas a pressão e vibração desses diapasões. Quando são ressoados sobre os ossos, caixa crania, caixa toráxica a ressôncia conhecida como "bone conduction" explalha as vibrações do som por todo o corpo. Sendo o osso um sólido cristalino (hidroxiapatita) o som viaja 35 vezes mais rápido do que no ar, logo, o som tem um efeito instantâneo sobre o corpo. Na água o som viaja 4,5 vezes mais rápido lembrando que temos uma massa corporal 70% feita de água. Em resumo nós seres humanos, somos caixas de ressonância ambulantes altamente influenciados pelo som.

Chimes de Liga de Alumínio

Chimes são barras de alumínio feitas da mesma liga que os diapasões. Suas notas vibram entre a 6ª e 9ª oitavas, produzindo sons bem agudos. Frequências mais altas atuam mais sobre os corpos sutis do mental e espiritual, frequências médias sobre o corpo emocional  e baixas frequências mais sobre o etérico e físico. O set contém sete chimes onde cada um representa um dos chakras. Eles estão afinados de acordo com as notas musicais de cinco planetas do sistema solar, o sol e a lua. Esse sistema é conhecida como A Oitava Cósmica e suas frequências foram calculadas por Hans Cousto. Esses instrumentos trabalham nossa identidade de alma e abrem portais para a intuição, viagem astral, comunicação com os mentores e o Eu Superior e acesso aos registros akáshicos.

Instrumentos Ancestrais

O Tambor Lakota de origem indígena norte americana é utilizado durante a sessão para induzir estados de relaxamento, de hipnose, meditação e concentração, coerência cardíaca e limpeza dos chakras. Esse é um instrumento associado ao poder de cura do som e dos animais de poder desde tempos imemoráveis e que marca os ciclos da natureza e das quatro direções. Outros instrumentos como a Maraca Huni Kuin, o Pau-de-chuva Andino, o Didgeridoo Australiano e a Ocarina Maia, todos instrumentos que evocam egrégoras e paisagens sonoras ancestrais. Cada um desses instrumentos está ligado a um dos elementos da natureza e possuem uma identidade sonora próprio e portanto, um poder singular.

 
CHEGOU A HORA DE OUVIR, DÊ UM PLAY NO VÍDEO ABAIXO E BOA MEDITAÇÃO!

Use fones de ouvido para uma experiência mais profunda

A Música das Esferas

A meditação acima é uma pequena amostra do poder do som das tigelas e seus efeitos sobre o corpo e a consciência. É possível experimentar um estado de elevação, de completude e paz. Esses estados são provocados propositalmente pelas notas e intervalos musicais que estão afinados em proporções matemáticas presentes em toda a natureza. Nessa meditação foram executados intervalos de quinta perfeita, quarta perfeita, oitavas e acordes de Dó e Ré maiores. Pitágoras, Ptolomeu e Kepler estudaram e desenvolveram ideias sobre os movimentos dos planetas respeitando estas mesmas proporções harmônicas, como se os astros em suas revoluções emitissem notas próprias, numa grande sinfonia celeste.

As especulações desses antigos filósofos estão sendo compravadas conforme a ciência astrofísica avança. A NASA a poucos anos publicou um áudio onde foi gravado o som emitido pelo sol. Pesquisadores em Stanford também vêm observando o sol e seus ruídos. No site é possível baixar a gravação, e não por acaso, a frequência (que foi medida no afinador cromático) mostrou uma oscilação entre 141-144Hz (144Hz é exatamente a frequência que utilizo para afinar a tigela de nota Ré; 18 x 8Hz é igual a 144Hz e a quinta perfeita de Ré 144 com Lá 216 resulta em 360 ou 72Hz, que denota o número da perfeição contida na forma geométrica do círculo).

Hans Couto, um matemático e musicólogo suíço calculou, utilizando a lei das oitavas, as frequências dos planetas a partir de seus movimentos orbitais decifrando matematicamente as notas de cada astro do nosso sistema solar. A Terra possui a frequência de 136,1Hz, que na escala das quintas corresponde exatamente à nota Dó sustenido (C#). Essa nota é utilizada pela música clássica indiana para afinar o drone na Sitar e está associada ao mantra OM. Durante a meditação uma tigela afinada nessa mesma frequência foi tocada. Há ainda a Teoria das Cordas que relaciona a estruturação da matéria a partir da vibração desses filamentos energéticos quânticos, mas isso será assunto para um artigo separado.

 

Portanto, não se surpreenda se ao ouvir esta meditação você elevar seu espírito até o reino das esferas ou penetrar profundamente nos mundos interiores. O som acaba sendo um veículo que nos conduz de volta à nossa origem, à essência, ao inconsciente e à mente de Deus.

POR QUE 

Instrumentos de Cristal?

A chave para entenderemos a assimilação de energias em nossa estrutura física só é possível através da tomada de consciência de nossos corpos como uma série de estruturas nano e micro cristalinas interagindo sincronicamente. O corpo humano, neste nível se mostra como um conjunto de ligações oscilantes entre sólidos e líquidos cristalinos que formam o padrão geral de energia para manter as funções totais do corpo. Cada órgão, glândula, célula, estrutura protéica e mesmo os tecidos mostram algum nível de organização com algum grau de cristalização, que confere coerência à funções. O som, os cristais, a água e a intenção são os pilares fundamentais que formam a base do trabalho terapêutico único realizado pela Eleva. Veja quais são eles:

• Primeiramente, o trabalho me foi intuído a ser realizado com instrumentos feitos de cristal. Tenho uma ressonância muito grande com o reino mineral e eles fazem parte integrante da abordagem.

• Segundo, há muitos terapeutas que já atuam através das Tigelas Tibetanas, muito antigas e já conhecidas do público ocidental. São ótimos instrumentos e funcionam, porém o metal ou liga de metais não possuem o efeito piezoelétrico, inato ao quartzo. Como foi visto, essa propriedade confere ao quartzo caraterísticas eletromagnéticas que o tornam um excelente transmissor, receptor, acumulador, transdutor e amplificador de energia.

• Os efeitos dos sons gerados pelos instrumentos de cristal tem uma potência, tanto de ressonância quanto de penetração sobre o corpo, muito maior. Isso se deve ao fato da estrutura que compõe o ser humano ser altamente cristalina. Nossos ossos possuem essa estrutura como também piezoeletricidade.

• Contudo, é a água o grande condutor cristalino das funções energéticas no ser humano. Se juntarmos a água em nosso corpo com o sistema ósseo, teremos uma massa corporal cristalina de aproximadamente 90%. Menos de 1% corresponde a minerais e estruturas que poderíamos chamar de sólidos.

• O Dr. Vogel descobriu muitas correlações intrigantes entre o quartzo e a água. Suas pesquisas demonstram uma interação altamente ressonante entre os dois elementos. A água é supreendentemente afetada por cristais puros (transparentes), podem mudar sua estrutura atômica (água estruturada), seu coeficiente de refração e absorção de luz, sua tensão superficial, sua condutância, sua ionização, sua pureza (TDS) e muitos outros aspectos. A água nesse estado ordenado assume características cristalinas semelhantes ao quartzo, podendo armazenar, transmitir e amplificar energia.

• O ajuste fino das notas nas tigelas é feito com água estrutura, previamente magnetizada, de modo que ao tocar o instrumento sobre a pessoa, a água da tigela é excitada pela corrente eletromagnética e pelo som, que irá organizar as moléculas produzindo um padrão harmônico de vibração. Os pulsos eletromagnéticos serão captados pelo sistema nervoso central, o som será decodificado pelas "antenas" celulares (Primary Cilium), absorvido ou reemitido para outras regiões e a água do corpo entrará em ressonância com a água da tigela permitindo sua reestruturação. Isso significa dizer que se a tigela for tocada sobre um chakra que esteja desequilibrado, por meio desse entrainment (entre as águas, os sons e as intenções), é possível reestabelecer o equilíbrio.

• Outra vantagem é a possibilidade de afinar as tigelas em notas perfeitas e específicas como é o caso do set de tigelas transparentes que utilizo. Essa afinação não é possível com as tigelas tibetanas e mesmo com as tigelas de cristal "leitosas".

• O cristal de quartzo é altamente receptivo à consciência humana. À semelhança de uma ponta de cristal de quartzo, as tigelas podem ser programadas com intenções, carregadas com pensamentos ou emoções, além de armazenar e transmitir informações. Durante o atendimento as tigelas são programadas  de acordo com a necessidade do paciente.

• Os sons produzidos pelas tigelas de quartzo transparente são ricos em harmônicos, timbres e amplitudes. Tem um grande poder acústico que permitem que a experiência sonora seja sentida em todo o ambiente e de forma prolongada.

 
 

Água: Cristal Líquido, por Marcel Vogel

Marcel Vogel foi um cientista e pesquisador da IBM no Vale do Silício por 27 anos. Ele recebeu mais de 100 patentes por suas invenções durante este período. Dentre estas estava a película magnética dos sistemas de discos rígidos ainda em uso atualmente. Seu expertise e pesquisa se concentraram na tecnologia fosforescente, sistemas de cristais líquidos, luminescência e magnetismo. Na década de 70 Marcel Vogel realizou um experimentou pioneiro em que explorou a comunicação entre humanos e plantas. Isto o levou a estudar os cristais de quartzo e posteriormente à criação dos cristais facetados conhecidos como cristais Vogel. Suas pesquisas sobre o uso terapêutico do quartzo levaram-no a investigação a relação entre os cristais de quartzo e a água. Ele descobriu que era possível estruturar (as moléculas atômicas) a água fazendo-a circular envolta de um cristal de quartzo que havia sido previamente programado com uma intenção consciente, e que isso alterava muitas das características daquela água transformando-a assim num aparelho eletrônico capaz de armazenar informação. Ele percebeu que a água estruturada assumia as mesma propriedades contidas nos cristais de quartzo.

VEJA O PRÓPRIO DR. MARCEL VOGEL EXPLICANDO SUAS DESCOBERTAS E INSIGHTS

Ative a legenda em português na barra inferior do vídeo

Todo o trabalho realizado com água estruturada pela Eleva está embasado nas afirmações e descobertas realizadas por esse grande mestre atlante de Atla-Ra, e de muitos outros cientistas como Luc Montagnier que resgatou os estudos de Jacques Benveniste sobre a capacidade da água em armazenar informação, Viktor Schauberger e seus estudos sobre vortex e geometria sagrada, Dr. Konstantin Korotkov que inventou a tecnologia de GDV capaz de registrar em vídeo campos energéticos sutis e recentemente Dr. Gerald Pollack com estudos sobre água estruturada EZ.

queromecuidar@elevaterapia.com.br | agendamentos 11 99677 8728
A SERVIÇO DA BELEZA...
SHANTI OM
  • White Facebook Icon
  • White YouTube Icon